dentistaExistem no mercado sempre os ótimos dentistas, os bons, os medianos e os péssimos dentistas; são pessoas comuns como nós, meros mortais, dos quais fizeram a sua faculdade e cresceram na profissão com especializações na área da odontologia que escolheu como carreira.

Fatos meramente comuns para qualquer outro nicho de mercado profissional, porém há uma particularidade nos quesitos dos profissionais dentistas com os seus dizeres técnicos e afins. A hora de entregar o seu orçamento!

Neste quesito caro consumidor, um bom dentista já vivido e feito diversos cursos de vendas irá saber lidar com a apresentação da proposta e a ligeira venda feita; estes profissionais juntamente como os demais da área médica; lidam com a dor do ser humano e muitos deles entendem de logística operacional de seus escritórios muito bem na arte de clinicar, porém nem sempre os mesmos quando são donos do seu próprio negócio entende de logística empresarial na arte de lidar com tecnologia com os diversos softwares voltados para a área odontológica onde deixam os históricos dos pacientes todos em dia; onde todo um software faz toda uma infraestrutura do sistema financeiro da clínica e tudo fica organizado em vias computacionais. Assim sendo são poucos os profissionais que sabem lidar com isto e continuam com as suas devidas fichas manuais, excel para cálculos, pastas em computadores para guardar algumas fotos digitalizadas e afins; não usando banco de dados e sistemas que acompanham com visão 360º toda a vida de um paciente.

Visando tudo isto, e em bate papos com profissionais da área em sala de pós-graduação do curso de gestão empresarial; muitos profissionais dentistas admitiram que entre seus amigos formandos; quase nenhum deles aprenderam em suas faculdades a arte de gerenciar empresas, processos, tarefas financeiras, gestão de pesquisa e desenvolvimento com o uso de softwares odontológicos e demais itens.

Quem nunca reclamou da letra de um médico e também de um dentista no Brasil? Pois é caro leitor, o mundo hoje em dia esta mudando rapidamente a cada segundo; no momento em que eu escrevo esta matéria muitas coisas estão acontecendo ao redor do nicho odontológico. Profissionais alinhados com o mercado e com a tecnologia na área odontológica estão a cada dia inovando e verificando as melhores tendências do mercado para com o uso das melhores práticas na gestão empresarial e uso da tecnologia ao seu favor.

O consumidor com visão destes quesitos apontados não está mais aceitando orçamentos em papéis com letras que mal dá para entender onde tarefa 1 = valor X, tarefa 2 = valor Y, tarefa 3 = valor Z e assim por diante de acordo com cada procedimento dentário que o paciente se encontre já receba o mesmo rascunho praticamente na cadeira dos procedimentos, sem antes poder cotar com outros profissionais da área se realmente os procedimentos são estes e se os valores estão corretos praticados pelo mercado. Em geral o dentista nem deixa o paciente pensar, ele já sai fazendo, rabiscando, colocando tarefas, valores e afins dos quais você nem obtêm uma cópia dos procedimentos digitados e do orçamento impresso para auditar com o mercado e até para saber se ele fez todos os procedimentos que marcou no rabisco e ou seja, do que adianta um profissional da área marcar 15 procedimentos em dias diversos dos quais mal se lembra se fez e ou não fez tal item? Você entende aonde eu estou ensinando em como lidar quando lê esta matéria.

Os bons profissionais com diversos certificados e afins também são bons vendedores porém podem acabar pecando quando não conseguem definir diretamente procedimentos adequados e éticos na apresentação do orçamento do seu projeto para com o que irá fazer na sua arcada dentária. Tome nota disto e fique de olho quando for ao seu dentista.

Dentistas em geral de acordo com os seus nomes no mercado e patrimônio costumam escolher as classes sociais dos quais irão atender e ou seja, pessoas com muito dinheiro e pessoas com pouco dinheiro e afins. Classes A, B, C, D e até E dependendo dos cenários do profissional atuante.

Um ótimo consultório começa por ter um bom site no ar com matérias e artigos que apresentem os textos de quem eles são, fotos que apresentem o consultório, serviços que prestam nas suas áreas de atuação e afins, ou seja tudo o que um bom portal de odontologia deva ter.

Chegando no consultório você irá se deparar com o fator tecnologia, não é perguntar sem tem wi-fi e sim se eles irão lhe cadastrar via papel e ou através de algum software dentário onde você terá impressos os procedimentos do dia e dos demais procedimentos para os demais dias tudo com organização do profissional que o executa. Se você verificar que o consultório se perde nos papéis e nos processos operacionais da logística de atendimento com a sua persona, fique de olho.

Outro cenário muito comum é a mudança de secretária diversas vezes nos diversos consultórios pesquisados; onde os donos dos estabelecimentos entregam todas as tarefas das logísticas das administrações empresariais para estes profissionais; sobrecarregando os mesmos, e às vezes nem se dando conta se o profissional fora contratado para desempenhar tais tarefas. Muitos profissionais sobrecarregam demais os atendentes ao ponto de ficarem sem eles e reclamarem que os mesmos não são bons funcionários. Afinal eles querem bons profissionais e ou escravos dos tempos modernos? Será que eles não enxergam alguns fatores de tarefas que não são das decisões das pessoas contratadas e sim dos próprios donos? Enfim a rotatividade de secretárias é bem grande neste setor.

Então caro leitor, no mínimo faça em média 3 orçamentos e ou mais para bater o martelo no quesito investir no profissional que irá atuar na sua arcada dentária.

Veja se o consultório se adequa aos padrões de mercado.

Veja se a tecnologia acompanha o consultório no quesito uso de softwares odontológicos.

Veja se o profissional lhe explica com total exatidão e lhe entrega o que diagnosticou para que você possa ter a opinião de mais profissionais.

Veja se o profissional não fica sequestrando seus exames, raios-x e demais itens, afinal quem pagou para ter eles consigo foi você; é claro que o profissional precisa de um tempo para estudar o seu caso e ter eles consigo, porém depois de um tempo é ético e sensato deixar tudo com o paciente quando o mesmo assim quiser.

Quando um consultório se nega a lhe dar liberdades para agir e fica lhe cercando de diversas formas para de algum meio te pescar; é hora de você mudar a rota da sua saúde bucal para consultórios que fazem do atendimento excelência no prestar um serviço prazeroso e que você se sinta bem.

A grande luta dos dentistas no Brasil X administradores empresariais é grande e os que conseguem fazer isto; se sobressaem e se destacam.

A arte da negociação é ótima quando ambas as partes saem ganhando; do contrário você só terá dores de cabeça com o profissional e o seu consultório meio que caótico.

Aprenda:

Ganha X Ganha

Ganha X Perde

Perde X Perde

Perde X Ganha

Nada Acontece

Estes quesitos são ótimos quando você sabe lidar com vendas, orçamentos e pessoas e sabe exigir seus direitos como consumidor dos serviços prestados; do contrário só irá cair em arapucas e cenários não condizentes com o que queria.

Aprenda, você está no Brasil, país onde as pessoas dão um jeitinho em tudo para se darem bem; só saiba diferenciar um ótimo consultório de um péssimo consultório. Um ótimo profissional de um péssimo profissional. Uma pessoa careira que faz um procedimento do qual uma pessoa que não é tão careira e faz o mesmo procedimento e ou até melhor mas que não deixe de lhe atender com ética nos negócios seria um cenário ótimo em seus orçamentos.

Só não caia em arapucas de atendimentos péssimos.

Ouça os depoimentos das pessoas atendidas e que lhe indicaram para com tal profissional.

Encare cada serviço feito na sua arcada dentária como um projeto com centro de custos por item; logo não discuta propostas dos diversos serviços na cadeira do dentista; peça para ele gerar orçamento e cote os mesmos em mais 3 ótimos profissionais.

Do mesmo jeito que alguns profissionais filtram pessoas por seus diversos motivos; seja você também uma pessoa que filtra qual profissional irá lhe atender, afinal quem está pagando pelos serviços prestados é você e ponto final. Que manda no seu dinheiro e nos seus gastos é você, aprenda sempre isto. Auditar um serviço bem feito e ou mau feito é sua função quando o serviço será realizado em seu corpo.

comments

Carlos Ono

Sobre Carlos Ono

Pós-graduado em gestão empresarial, graduado em propaganda e marketing pela Universidade Paulista UNIP. Especialista em Informática com foco na manutenção corretiva, preventiva dos hardwares e softwares implementados nas empresas. Atualmente é Diretor de Projetos de Web, Informática e Marketing, Treinamento, Desenvolvimento e Implementação - Gestão no Onocomp Informática. http://lattes.cnpq.br/4389301259357689

Deixe uma resposta

Assine Nossa Newsletter

Thanks for subscribing. Please check your email Please fill in all required fields